Marketing Multinivel na Era Digital

O Conceito do Marketing 4.0 tem tudo a ver com os padrões das empresas de multinível no Brasil?

Estamos em uma época de mudanças rápidas e constantes, a informação é flutuante e a influência de compras, comportamentos, hábitos, estilo e até mesmo na comunicação está cada vez mais na palma da mão.

Espaço destinado a anúncio de líderes da Biogênica Corp

 

O líder e que não compreende ou ignora essas mudanças, fatalmente, fica para trás.

Se você é um profissional de marketing de rede há alguns anos ou está iniciando, este artigo é importante para você aprimorar sua atuação no mercado, crescer exponencialmente e contribuir com sua equipe.

O Marketing 4.0 faz parte da nova era comercial e poucos líderes estão atentos a essa transformação, no entanto, já existem uma comunidade de especialistas em marketing digital causando uma revolução no mercado nacional.

Você sabia que mais de 80% dos líderes ignoram ou não sabem sem posicionar na revolução digital? Acreditamos que não queira entrar para essa estatística, certo?

E se a sua intenção é fazer sua carreira no marketing de relacionamento decolar, é importante saber como o Marketing 4.0 funciona e como colocá-lo em prática.

Pronto para descobrir?

Avance na leitura!

O que é Marketing 4.0 ou Marketing da Era Digital?

O marketing 4.0 é um conceito que representa a revolução digital na comercialização de produtos ou serviços. Na visão de Philip Kotler, considerado o pai do Marketing, as marcas precisam envolver um público que está cada vez mais sem tempo e que preza pela agilidade das coisas.

Porém, segundo Kotler, com o avanço do digital surge um paradoxo: o equilíbrio entre online e offline. De nada adianta depender apenas de máquinas sem ter qualquer conexão humana. Por mais que a sociedade esteja entrando cada vez mais no mundo online, ela também valoriza marcas humanizadas e experiências físicas. As pessoas não querem ser atendidas por meros robôs.

Por isso, é preciso ter consciência de que a economia digital não se trata apenas de novas tecnologias. Ela também transformou o comportamento do consumidor e o mindset dos empreendedores. E você precisa mudar o seu para acompanhar esse novo cenário.

Você já deve ter notado, é claro, que o nosso comportamento enquanto consumidor mudou.

Hoje, pedimos comida, pagamos contas e chamamos transporte, além de outras tarefas, diretamente do nosso celular.

Também estamos mais exigentes e priorizamos as boas experiências.

Apreciar uma refeição bem preparada já não é mais suficiente, por exemplo. A satisfação só é plena se o restaurante for agradável e se o atendimento tiver excelência.

Queremos nos sentir únicos. 

Buscamos opções personalizadas e atenção dedicada às nossas necessidades e desejos.

Nesse sentido, as empresas de multinível precisam se adaptar a esse novo consumidor e à tecnologia que temos à disposição. 

Mas nem sempre foi assim, como vamos relembrar no próximo tópico.

Como o marketing evoluiu até o 4.0?

O marketing acompanha a realidade do mercado e da sociedade. 

Por essa razão, em todos esses anos, tivemos abordagens e características diferentes.

Veja só como se deu essa evolução:

Marketing 1.0

Inicialmente o marketing era baseado na divulgação em massa. As ações e comunicações não consideravam diferentes públicos.

Uma única mensagem era transmitida para toda a população. 

Nessa época as marcas se preocupavam apenas com a sua capacidade de produção. 

O produto era ofertado e o cliente obrigado a comprar, não existia tanta concorrência e até a precificação dos produtos era decidida sem critérios claros.

Marketing 2.0

Com o passar dos anos, novas marcas foram surgindo com produtos parecidos, o que aumentou a concorrência.

As marcas tiveram que ajustar sua comunicação para fortalecerem seus benefícios e diferenciais. 

Os clientes passaram a ter mais opções, e a escolha estava cada vez nas mãos do cliente.

Marketing 3.0

Aqui o consumidor começa a ter voz ativa no mercado. Já ouviu a frase “O Cliente sempre tem razão”? É disso que estamos falando.

Os consumidores eram vistos apenas como compradores e agora começaram a ser notados como seres com necessidades e desejos únicos. 

As empresas direcionaram suas comunicações para públicos específicos para cada vez mais personalizar seu consumidor

A comunicação também passou a ser mais efetiva, com ideias e posicionamentos defendidos, para que os indivíduos enxergassem também o propósito das marcas.

Marketing 4.0

A diferença entre o Marketing 4.0 do Marketing 3.0 é basicamente a conexão com novas tecnologias no cotidiano das pessoas.

Embora no marketing 3.0 a internet já era uma realidade, é neste novo momento que se dá a revolução digital.

A revolução digital transformou o nosso comportamento. 

E, assim, o marketing deve acompanhar essa fase.

Planejamento no multinível

Independente do estágio do marketing, o planejamento sempre foi necessário e no marketing multinível não é diferente.

Sem planejamento e estratégia, não se tem um padrão e naturalmente você perde escalabilidade.

O planejamento é fundamental para criar ações e comunicações condizentes com o seu público-alvo. Com a comunicação certa, associada a ferramentas tecnológicas é possível identificar quem são os seus consumidores o que eles desejam e, claro, reconhecer o que eles esperam da sua marca.

Além disso, o planejamento permite que você tenha amplo conhecimento do mercado no qual atua, podendo assim, se distanciar ainda mais dos concorrentes, tornando-se uma marca exclusiva.

Dessa forma, fica mais fácil saber como se destacar dos demais. 

Mas os benefícios não param por aí.

Até as métricas se tornam mais eficazes quando você estabelece planos. 

Isso porque, com objetivos e metas claras, você é capaz de definir os resultados que espera alcançar.

E, nesse sentido, pode determinar os indicadores necessários para medir a eficiência da sua atuação.

Como o Marketing da era Digital pode impactar na sua empresa de MMN?

Só de ler o tópico anterior sobre planejamento, já deu para ter uma ideia de como o marketing é fundamental, certo?

Mas, se você quer saber como o Digital pode fazer a diferença para o seu negócio de MMN, vamos falar disso agora.

Uma pessoa que se cadastra em uma empresa de marketing de rede terá alguns interesses específicos que são:

  • Consumir os produtos: No marketing da era digital, o grande diferencial não é o preço, o consumidor deseja novas experiências, uma causa, pertencer a uma comunidade e não basta você apenas dizer que os produtos tem desconto de 50%.

  • Promoter: Hoje existe um nicho poucos explorado pelas empresas, os promoters. São jovens que desejam viver da sua influência, que buscam parcerias para rentabilizar suas redes sociais e você ou sua empresa precisa ter uma estratégia para atuar com esse nicho.

  • Revendedores: São pessoas que buscam renda extra, mas não deixam de serem clientes, no entanto, estratégias que proporcionam novas experiências, envolvimento desse público a uma causa, construção vínculos através de comunidade e pertencimento não é o suficiente, a empresa precisa proporcionar uma boa margem de lucro e disponibilizar ferramentas de vendas que favoreça o revendedor.

  • Duplicadores: São pessoas com perfil empreendedor, olham o negócio de maneira mais estratégias e entendem o conceito da escalabilidade, na grande maioria já empreendem ou possui renda, mas estão dispostas a dedicar tempo e dinheiro na construção de um negócio.

Veja que no multinível temos vários públicos e com a tecnologia, hoje conseguimos segmentar nossa comunicação, definir públicos e assim contribuir para que sua organização cresça equilibradamente com clientes, promotores, revendedores e construtores na medida certa.

Como aplicar o digital no multinível na prática?

Agora que você já conhece as vantagens da era digital, podemos seguir para a parte prática.

Veja as dicas a seguir!

Não existe recrutamento automático ou um robô que vai fazer 100% o trabalho, o que existe são ferramentas digitais que antecipam informações e ajudará você a se conectar com pessoas que buscam soluções.

No multinível a principal Marca é você, o seu prospecto pode até estar interessado na Empresa, mas ao perceber que você possui valores, tem sua própria personalidade e um verdadeiro propósito, haverá uma maior conexão com você e não com sua empresa. Então busque conectar verdadeiramente com seu prospecto.

O líder da era digital precisa saber resolver problemas e qual problema você pode solucionar?

Entenda que você não sabe de tudo, que sua empresa não é a melhor e que seus líderes não pensaram em detalhes sobre tudo, escute seu prospecto e entenda que ele é um cliente, independente do perfil, tenha audição ativa e jamais tente convencer. Na era digital seu cliente pode chegar até você muito bem informado a decisão sempre estará nas mãos deles.

A confiança exagerada é a grande falha dos líderes, inclusive é um dos motivos que muitos empreendedores ainda não se adaptaram a nova realidade.

Tenha humildade em reconhecer que o seu cliente é o centro das atenções.

Se você reconhece que o seu cliente é o centro das atenções, que ele busca novas experiências, que deseja defender uma causa, pertencer a uma tribo ou comunidade e ser tratado como único e exclusivo, seja bem vindo à era digital.

Iniciando do absoluto zero?

Se você ainda não faz parte de uma comunidade ou uma tribo, realmente você está no absoluto zero, pois a grande sacada para você que está iniciando é se conectar com pessoas que já estão nesse movimento.

Você não precisa ser um especialista em marketing digital para se beneficiar do movimento.

Uma empresa de multinível não precisa ensinar os líderes como gerenciar logística ou como produzir produtos, isso já vem pronto, basta você se cadastrar comprar e receber o produto em casa, não é assim?

Da mesma forma que a empresa oferece a estrutura logística e os produtos, muitas equipes oferecem a metodologia, estratégias e ferramentas de marketing digital.

Não é tão simples criar uma estrutura de prospecção, acompanhamento, fechamento e fidelização, você precisa de um time de pessoas engajadas e capacitadas.

Nossa dica é simples, busque iniciar ou fazer parcerias com pessoas que já estão nesse movimento, não se trata de atalhos ou algo do tipo é questão de comunidade, tribo e causa em comum.